2006/3

setembro > dezembro 2006

Nesta edição:

Para o assunto corpo não virar password

Roberta Ramos 2006, o ano do corpo em evidência. Esse é o título de uma matéria publicada bem recentemente por um jornal local (Pernambuco), com o desígnio de fazer um balanço dos problemas que a relação corpo x moda fez desfilar no ano de 2006 – como os distúrbios alimentares e seus desfechos trágicos -, […]

Uma agenda de encontros | A meetings agenda

O que está por trás da programação dos festivais de norte a sul do país, por Nirvana MarinhoWhat is behind of north / south brazilian festivals programme, by Nirvana Marinho

Como intervir? | How to intervene?

Liana Gesteira fala sobre as intervenções cênicas em Brasília com o Festival Marco ZeroLiana Gesteira talks about the scenic interventions in Brasilia with the Festival Marco Zero

BTCA: um exemplo

A sobrevivência das companhias oficiais de dança na pós-modernidade, por Paulo Paixão

Dança autônoma temporária?

Maíra Spanghero circula pelas performances do Bazar Utopias, realizado pelo Coletivo T1 de São Paulo

Quando o melhor da festa é (o) saber

Estuda-se para descobrir como fazer perguntas adequadas. A autonomia que todo processo de educação deve despertar depende da aquisição dessa habilidade preciosa: saber perguntar. (Helena Katz – Sobre fundamentalismos teóricos – Coluna do idança, posted on 15/10/2006) A programação completa da décima primeira edição do Festival de Dança do Recife[1] durou muito mais do que […]

Sobre fundamentalismos teóricos

Desmatamento “Um dia, meu filho”, disse o velho índio indicando o topo das árvores como quem afasta um véu, “tudo isso será céu”. Luiz Fernando Veríssimo, Cultura/O Estado de S, Paulo, 08/10/2006 Helena Katz Você pode estudar dança com diferentes abordagens teóricas, tal qual sucede em qualquer outra área de conhecimento. Você pode explicar o […]

Arte e tecnologia em cena | Art and technology on stage

Pensamento, fazer artístico e novas mídias na edição de inverno do Novadança, por Liana GesteiraThough, artistic practice, new media in winter edition of Novadança Festival, by Liana Gesteira

Política na Dança

Nirvana Marinho reflete sobre a relação política x corpo x movimento na dança

Um estado de corpo

Recife. Queria falar um pouco sobre a dança cênica dessa cidade, no momento em que estamos. Somente para que o leitor saiba, ao menos em parte, sobre as circunstâncias que estarão embutidas na minha voz, quando estiver tratando de qualquer assunto, ou dando alguma notícia do local, no que vou escrever nesta coluna a partir […]

“Quem são seus mestres?”

Sob os princípios de uma metodologia mais servil do que criativa, estamos vivendo uma nova era no ensino e na produção das danças de rua no Brasil. Mas ainda não aprendemos a pensar como um centro produtor de novas idéias. Bruno Beltrão No inicio da década de 90, quando a dança de rua começou a […]

A violência do endereçar

Após seu projeto no Impulstanz do ano passado, Peter Stamer escreve sobre encontros num estranho apartamento

A subjetividade revisitada | Subjectivity revisited

Algumas discussões atuais sobre subjetividade, à luz de Lakoff, Johnson e Damásio, por Lela QueirozOngoing debates on subjectivity according to Lakoff, Johnson and Damásio, by Lela Queiroz