Caixa para guardar o vazio em Portugal

A escultura aparece como uma caixa fechada, com um interior que respira, interage, provoca e responde. Este espaço é revelado por dois bailarinos, que dialogam entre si e conncosco, através de movimento e voz. Até 14 de dezembro.