Dança para 4 Estações, em Portugal

Depois de um ano de pausa forçada, as 4 Estações/ Mostra de Dança Contemporânea volta a cidade de Sintra, em Portugal, para sua edição de Primavera. Numa co-apresentação Chão de Oliva/Eira, a Edição das Flores contará com dois espetáculos de coreógrafas portuguesas: À Sombra, de Dora Fonseca , e Subterrâneos do Corpo, de Ana Martins.  Dora pesquisou sobre como os fatores luz e sombra podem ser transportados como mensagem em um espetáculo de dança. Estudou-se a  sensação e percepção no processo visual, para entender o instinto que canaliza o olhar. Para o solo, a criadora procurou perceber e transferir o que escapa à observação, aquilo que escapa à luz e o que está além do que é apreendido no imediato. Já a artista Ana Martins criou Subterrâneos do Corpo a partir de uma necessidade pessoal de trabalhar apenas o corpo. Centrando todas as atenções na forma como o corpo pode se movimentar por si só, sem a necessidade de uma história como pretexto. Nu de qualquer adorno que o ampare, o corpo como massa que adquire estranhas formas. Ambos espectáculos foram financiados no âmbito do Programa Gulbenkian Criatividade e Criação Artística/Fundação Calouste Gilbenkian. Os espetáculos serão apresentados na Casa de Teatro de Sintra, dias 23 e 24 de março, às 21:30hs.