FOLHAS SECAS (e girassóis…)

O trabalho fala do drama de uma menina que se dá conta de que as folhas caem das árvores e inventa modos de tornar essa queda menos dolorosa. E ela começa a colecionar folhas secas para, quem sabe um dia, poder inventar uma nova árvore. Ela se lembra de outros outonos? Ela tem memória? Esse parece ser o seu primeiro outono ou, quem sabe, o último. A personagem nos mostra através de seu corpo-pensamento sua relação mais autêntica com o tempo (de outono) e o espaço (de folhas secas).
De 18 a 20 de março, às 19h.