Juliana Moraes e Anderson Gouvêa estréiam espetáculo de dança-teatro no Viga Espaço Cênico

Juliana_e_anderson Em tempos de consumo exacerbado, um jovem casal vive as dificuldades afetivas de um relacionamento amoroso. Este é o tema do espetáculo de dança-teatro 2 e ½, que estréia dia 18 de agosto, sexta-feira, às 21 horas, no Viga Espaço Cênico (Rua Capote Valente, 1323 – Pinheiros), apresentando os intérpretes-criadores Juliana Moraes (APCA em 2002 como melhor criadora-intérprete pelo solo Querida Sra. M) e Anderson Gouvêa (integrante dos grupos Cia. Oito Nova Dança e Balangandança), que também assinam a direção das coreografias.

Em 55 minutos de duração e ambientado em um loft, 2 e ½ foca a questão do que os criadores chamam de “deslocamento do afeto”. Assim, Juliana Moraes e Anderson Gouvêa vivem no palco o casal de namorados em apuros para lidar com o carinho e a perda da identidade em meio ao universo do consumo.

Na tentativa de construir um relacionamento, eles direcionam a afetividade para os objetos da casa. “Ao voltar suas atenções para os objetos, eles têm a casa como uma válvula de escape para o carinho”, explica Anderson Gouvêa, comentando que os objetos da casa adquirem valores subjetivos.  “O casal se relaciona com os objetos (cama, luminária, sofá etc) como se fossem pessoas e com as pessoas como se fossem objetos”, conta.

O Viga Espaço Cênico fica ao lado do metrô Sumaré, em São Paulo. Telefone: (11) 3801-1843.