O corpo na arte contemporânea | O corpo na arte contemporânea

O Itaú Cultural em São Paulo promove o evento multidisciplinar Corpo, com programação em artes visuais, artes cênicas, cinema, literatura e mídia interativa, de 29 de março (abertura para convidados) a 29 de maio.
A agenda tem início com a exposição O Corpo na Arte Contemporânea Brasileira, com curadoria de Fernando Cocchiarale (curador do MAM-RJ) e Viviane Matesco (coordenadora da Escola de Artes Visuais do Parque Lage/RJ, com especialização nesse tema). Na abertura da mostra, haverá performances dos artistas Laura Lima e Marco Paulo Rolla.O corpo nu, em movimento (em performances ou obras participativas), seus fragmentos e vestígios, a superexposição, o erotismo e o corpo capturado pela tecnologia são alguns dos temas presentes na mostra e em série de performances, espetáculos de dança, mostra de cinema, recital de poesias e bate-papos com especialistas. Um colóquio sobre o papel do corpo como objeto gerador de conceitos e modos de expressão da sociedade contemporânea, com a participação de filósofos, psicanalistas, teóricos da linguagem, sociólogos e antropólogos completa a programação.A mostra exibe o corpo em pinturas, desenhos, esculturas, performances, trabalhos sensoriais, moldes, partes protéticas, vídeos e fotografias, revelando as mudanças que ocorreram nas formas de sua percepção ao longo dos últimos 40 anos.
Informações em www.itaucultural.org.br.
O Itaú Cultural em São Paulo promove o evento multidisciplinar Corpo, com programação em artes visuais, artes cênicas, cinema, literatura e mídia interativa, de 29 de março (abertura para convidados) a 29 de maio.
A agenda tem início com a exposição O Corpo na Arte Contemporânea Brasileira, com curadoria de Fernando Cocchiarale (curador do MAM-RJ) e Viviane Matesco (coordenadora da Escola de Artes Visuais do Parque Lage/RJ, com especialização nesse tema). Na abertura da mostra, haverá performances dos artistas Laura Lima e Marco Paulo Rolla.O corpo nu, em movimento (em performances ou obras participativas), seus fragmentos e vestígios, a superexposição, o erotismo e o corpo capturado pela tecnologia são alguns dos temas presentes na mostra e em série de performances, espetáculos de dança, mostra de cinema, recital de poesias e bate-papos com especialistas. Um colóquio sobre o papel do corpo como objeto gerador de conceitos e modos de expressão da sociedade contemporânea, com a participação de filósofos, psicanalistas, teóricos da linguagem, sociólogos e antropólogos completa a programação.A mostra exibe o corpo em pinturas, desenhos, esculturas, performances, trabalhos sensoriais, moldes, partes protéticas, vídeos e fotografias, revelando as mudanças que ocorreram nas formas de sua percepção ao longo dos últimos 40 anos.
Informações em www.itaucultural.org.br.