Programa duplo no Teatro Fábrica | Programa duplo no Teatro Fábrica

Em parceria com o coreógrafo de dança contemporânea Henrique Rodovalho, diretor do grupo Quasar, Discípulos do Ritmo criaram o espetáculo Fresta, que circula livremente entre a linguagem visceral do Street Dance e as nunces da dança contemporânea. Fresta teve um grande destaque no Festival De La Villete no ano passado e agora já tem uma turnê marcada para dezembro em cidades do Sul da França.
Neste ano, Frank Ejara, dançarino e coreógrafo, concebeu seu primeiro espetáculo solo, o Som do Movimento, criado especialmente para o festival Macadan na cidade de Aix En Provence na França.
Os dois espetáculos serão apresentados nos dias 7 e 14 de setembro no Teatro Fábrica São Paulo.
Em parceria com o coreógrafo de dança contemporânea Henrique Rodovalho, diretor do grupo Quasar, Discípulos do Ritmo criaram o espetáculo Fresta, que circula livremente entre a linguagem visceral do Street Dance e as nunces da dança contemporânea. Fresta teve um grande destaque no Festival De La Villete no ano passado e agora já tem uma turnê marcada para dezembro em cidades do Sul da França.
Neste ano, Frank Ejara, dançarino e coreógrafo, concebeu seu primeiro espetáculo solo, o Som do Movimento, criado especialmente para o festival Macadan na cidade de Aix En Provence na França.
Os dois espetáculos serão apresentados nos dias 7 e 14 de setembro no Teatro Fábrica São Paulo.