Roberto Ramos propõe interação entre corpos e objeto na performance Continuum

Foto_gustavo_ramos_divulgao O espetáculo Continuum, desenvolvido pelo artista Roberto Ramos, estabelece diálogo com a exposição Emoção Art.ficial 3.0, do Itaú Cultural, em São Paulo. Com um espaço circular, três corpos e objetos semi-esféricos como ferramentas, Continuum explora, em meio às obras do espaço expositivo, as possibilidades dinâmicas surgidas da observação da natureza cinética de um objeto.

O trabalho de Ramos é desenvolvido a partir da observação de situações cinéticas específicas e tem como foco principal a construção e a percepção sensorial do movimento.

As apresentações são nos dias 11 e 12, às 19h30, e dia 13, às 18, no piso 2S.