Sagrações Urbanas

reúne onze mulheres, cheias de idéias, que resolvem se perguntar o que fazer para descobrir onde está o sagrado no urbano. Investigam, exaustivamente, a matéria dançante de seus corpos, pois acreditam que o trabalho é capaz de transformar qualitativamente até mesmo o mais profano dos objetos. De a 5 de junho, às 21h (domingo às 19h)