Sang D’ Encre

Cia. Philippe Sarie – A coreografia trabalha sobre palavras colocadas em cena. O emprego da palavra traz à cena um sentimento da dança como resistência à incomunicabilidade. Dias 6 e 7, às 21h, e dia 8 às 18h.